segunda-feira, julho 13, 2009

O verão do João Beijão

Gostava de passar o meu proximo verão numa viagem pelo Japão fora. Não sei bem porque mas sempre me identifiquei muito com esse país. È uma caixa de surpresas com os olhos em bico, desde a tradição milenar até aos robots que conversam como pessoas, é um país de um fascinio exemplar.

No próximo ano espero merecer um bom presente.

Alguem alinha na aventura?

13 comentários:

Catwoman disse...

Vai merecer ;)

Por mim, estou lá lol Dá sempre jeito levar alguém com o meu tamanho, somos muito úteis e os japoneses identificam-se :P

Angelo disse...

I'll pass. Mas acho que entendes!

Luís disse...

Ora aí está uma sugestão interessante... ;)

Always disse...

Posso pendurar-me no teu pensamento? É que a tua sugestão de férias é tão irrecusável... :)

Um abraço!

Always disse...

PS - By the way, tenho dois discos deste senhor que são bandas sonoras de filmes do Takeshi Kitano: 'Hana-Bi' ('Fogo de Artifício') e
'A Scene at the Sea'.

Posso deixar-te uma sugestão? Susumu Yokota, também do Japão.

lampejo disse...

Adoro piano...
Eh pá, estás a tentar-me, pois adoro a tradição milenar japonesa, as suas características paisagens...
Quem sabe, era rapaz para alinhar...

Abraço!

Tongzhi disse...

Bute todos para parecermos muitos!!!
É que ele são tantosssssssss!!!!!

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Pena já nao apanhares o Angelo, que esteve lá 4 anos e está de regresso, as you know.

No meu caso, é mais Ocidente, mas tenho o mesmo problema que tu, só que para este ano e em relação aos States ou à Rússia Moscovo e S. Petersburgo,( a Viena do Norte, a capital da cultura), o metro de Moscovo, Kremlin, Hermitage, etc. Nao sao exactamente locais para viajar sozinho, digo eu. Às tantas é o que farei...

Abraço

The White Scratcher disse...

Pois Cat,,, para si uma cabine hotel é quase um T5,,,ahahahahah


..... Sim Ângelo,,,acho que percebo,,,ahahahah...

,,,,,, , Luis,,, é interessante sim,,, bora lá? ahahah

The White Scratcher disse...

Always,,, podes pendurar-te no pensamento,,, mas dentro do avião deves estar mais confortável,,, ahahahah,,, vamos lá,,,,
.. e obrigado pela tua sugestão,,, foi excellente!



...... sim Lampejo,,, o pianoforte é fabuloso,,,e a viagem também. Esta música ao vivo deve ser algo de inesquecível..


,,,, Bora imperador,,, que eles são muitos,, mas nós somos grandes,,,,ahahahahahh

The White Scratcher disse...

Daniel, o oriente sempre me fascinou muito,,,, e como já estou a ficar cota,,,ahahahah e mais adulto,,, vou merecer isso,,, espero eu,,,lololol.
Viajar sozinho é bom, já fiz isso por muitos anos,,, mas o prazer da partilha é algo sublime.

Abraço

NanBanJin disse...

Bom, White... Se me permites, como passageiro experimentado do destino escolhido, posso dar-te uns quantos conselhos ou luzes, que dão sempre jeito - assim, e a título de exemplo:

1 - No JAPÃO, 90% das pessoas simplesmente NÃO CONSEGUE aprender línguas estrangeiras - nem mesmo o universal INGURISHU (lê-se English) -, por isso estudar um mínimozinho de Japonês antes de se vir cá e pelo menos aprender o Hiragana e o Katakana - escritas monossilábicas simplificadas, fáceis de aprender -, senão a experiência pode ser, desde o 1º dia, uma horrível dõr-de-cabeça.

2 - O Japão é para ver de uma ponta à outra... Eu sei, eu sei... "Isso é capaz de sair muito caro..."pois é, eu bem posso afirmá-lo... Mas... há lugares que não devem escapar à visita por nada deste Mundo!
Pelo menos, além de Tokyo (ou d'alguma coisa de Tokyo, porque é virtualmente impossível inteligir sequer "o que é Tokyo"...), há que ir PELO MENOS a Kyoto... E há maneiras bem honestas de minimizar os danos no orçamento.

3 - A melhor forma de viajar DENTRO DO JAPÃO é usando o SHINKANSEN (nome do TGV de cá, também conhecido por COMBOIO-BALA) cujas viajens em regra são bastante caras, MAS... - dica importante - para estrangeiros-não-residentes, como será o teu caso e de quem fôr contigo, há o maravilhoso JAPAN RAILWAY PASS, que pode ser adquirido SÓ NO ESTRANGEIRO (MUITA ATENÇÃO a este detalhe), em agências autorizadas para tal, para períodos de 7, 14 ou 21 dias, à escolha do freguês - em Portugal, que eu saiba, a única agência que vende o JRP fica em Lisboa no 10º andar do Edifício IMAVIZ, chama-se FRONTIA e representa a JAL e a JR (Japan Railways) em Portugal.

4 - Todas as épocas são boas para vir cá, sendo o Verão inequivocamente a pior de todas, em minha modesta opinião, a melhor época será a Primavera (entre final de Março e meio de Maio), a época mais interessante é o Outouno (à volta de Novembro)...

5 - Ficar em hoteis ao estilo comum-ocidental é sempre a opção mais fácil, mas não deveis esquecer outras opções como o menos conhecido RYOKAN - hotéis genuinamente tradicionais Japoneses, que existem em todo o lado, e para quem gosta do género são uma experiência magnífica! Há do género para todos os preços: os mais caros - que no mais das vezes acabam por ser mesmo caros! são via de regra os mais interessantes, de facto, mas há dos mais em conta que também são muito, muito bons, e consoante a época em que se viaja, podem descobrir-se sítios incriveis por umas modestas pechinchas ( a falar a sério). Já os Ryokan mais baratuchos, mesmo baratuchos não aconselho de todo: o barato sai caro, fala a voz da experiência...

6 - Caso o plano de viagem passe por várias cidades, sugiro que fiquem, em cada cidade, sempe próximos da respectiva ESTAÇÃO CENTRAL DE CAMINHOS DE FERROS ( em Japonês: EKI), porque no Japão as ruas NÃO têm nomes nem referências minimamente inteligíveis, e o sistema de orientação local é simplesmente o INFERNO. Por isso não se metam a ir para zonas muito afastadas dos centros de tranportes, a não ser que tenham transfer previamente contratado ou alguém que vos conzuda ao respectivo destino - isto é muito importante.

Bem, já me estou a esticar... Mas certamente falaremos mais destas coisas, quando bem te aprouver não é assim?

Manda vir!
Grande abraço,

NBJ.

Always disse...

NanBanJin,

Fantástico! Obrigado pela boas dicas, sempre úteis para quem planeia uma viagem do outro lado do mundo, num universo total diferente do que estamos habituados. :)