sexta-feira, janeiro 19, 2007

Betty Boop







Betty Boop official site: http://www.bettyboop.com/forums/

30 comentários:

cris disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
cris disse...

betty, ou simplesmente miss boop, faz parte do meu imaginário. Dançava como quem nos pisca o olho através do ecrã. Transmitia intensidade naquele piscar. Como quem diz: "de que estão à espera? Dancem tb". Ou porque não apenas: permitam-se sentir, sentindo como quem toca. Seja uma suite para violoncelo de Bach, seja uma nota isolada no piano, mas sentir assim.

The White Scratcher disse...

A betty faz parte do imaginário colectivo,,, aquela energia em banda desenhada,,, foi provavelmente a primeira Jessica Rabbit.... mais verdadeira, mais transparente, mais ingénua, mais sentida.

catwoman disse...

citando a própria jessica rabbit "i'm not bad i was just drawn that way"

Somos todos desenhados de alguma forma q n podemos apagar.... Os desenhos da Betty e da Jessica sobrevivem ao tempo, os nossos não...

cris disse...

Já não se desenha como antes... Betty ou Jessica que bem podiam ser os dois rostos humanos de Mulholand Drive são mesmo isso: sonho. A realidade é o dia-a-dia de desenhos que já não são feitos à mão e perderam essa caracteristica de beleza unica. Hoje é tudo CGI, copy paste, e lá se vai o lápis e a borracha. A camuflagem do computador, esconde os verdadeiros traços, que são a ou pelo menos assim o deveriam ser, a nu.

The White Scratcher disse...

O cat,,,, fale por si e nao generalize,,,s.f.f....ahahaha Mas que pensamentos tão negativos,,,, se calhar nao podemos apagar nem devemos,, certas cosas ja estão desenhadas,,, mas podemos pinta-las de outras cores,,,,,

The White Scratcher disse...

As coisas hoje em dia têm outro sentido. É preciso produzir r´spido hoje para vender amanhã, o amor ao lapis???? para que??? Será que alguem liga a isso ou ainda preferem a Betty original?? Se calhar.......

cris disse...

O amor ao lápis, faz sentido, como faz também o amor a uma obra de arte. Criamos com as mãos uma escultura, um quadro, uma música ou simplesmente criamos e cuidamos das nossas relações com os outros, e neste caso apenas interessa falar dos amigos, com amor. Amor a esse lápis, ao poder desenhar e apagar no papel, ao dizer, ao voltar atrás no que se disse, tudo mais proximo do nu da realidade. Como uma carta à mão? Ainda há quem escreva...

catwoman disse...

N queria ser negativa lol eu gosto de coisas q n se podem apagar, q estão cravadas na pele. são o q nos distinguem.

e qto a pintar c outras cores....fui eu q adorei o facto de pintarem os porcos de verde, lembra-se? ;) lol

catwoman disse...

Eu acho que a pressa de hoje em dia é 1 tentativa de esquecermos a vontade q temos de ir devagar....

The White Scratcher disse...

"....gosto de coisas q n se podem apagar, q estão cravadas na pele..".. essas coisas chamam-se tatuagens....lololol

catwoman disse...

Não....... essas estão TAtuadas lolol e com 1 bom cirugião plástico já se resolve ; lol Aquilo a q me referia n se apaga com cirugias, simplesmente n se apaga ;

Para serem tatuagens cravadas, devem ser dentadas, n? lol mas acho q já estamos a fugir à poesia outra vez...... lolol ;)

cris disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
cris disse...

Chamando-se tatuagens ou tatuadas na pele não passa disso mesmo, um nome. O que não desaparece nem o melhor cirugião plástico resolve, a não ser que um transplante de coração seja feito. O que me está cravado na alma e permanece não tem nome, e não tem porque o sinto. Será que ignoramos sentir o que mais nos marca apenas porque nos magoa? E magoando, será que fugimos disso por culpa do encontro directo com a auto-destruição?

catwoman disse...

Não me parece que fugir seja a palavra certa, ignorar é mais adequado. Pq afinal fugir implica uma acção, um reconhecimento,ignorar é passivo. E é mto mais fácil de fazer tb....

Se é por causa da auto-destruição, n sei, talvez. Mas como já disse, os músculos do coração precisam de ser exercitados como quaisquer outros pq tb correm o risco de atrofiar.E qq músculo que começa a ser exercitado, dói, ressente-se, até se habituar.E a partir dai, fazer exercício passa a ser mais fácil, ou pq a dor passa ou pq simplesmente nos habituamos a ela, reconhecendo q faz do processo.

The White Scratcher disse...

Creio que sim,,,, pelo menos falo por mim,,,, quanto mais magoar mas me distancio das coisas,,,, é como uma reacção alérgica... é instintivo,,,, é mesmo a necessidade de um pouco de descanço, porque quem sente com o a alma, está tramado! A Betty com a sua leveza nunca nós ameaçou,,,deve ser por isso que ficou gravada na nossa memória.

catwoman disse...

Como qualquer animal, tb precisamos de sobreviver e temos esses mecanismos em nós. Accionamos essas defesas qd somos magoados ou qd temos medo, tal como o porco espinho se fecha sobre si próprio qd se sente ameaçado. É normal. Só temos de nos lembrar de "voltar" ao mundo de vez em qd ;)

cris disse...

"I love mankind, it's people i can't stand", já dizia o Linus. Isto porque não existe outro animal capaz de magoar só porque sim. No reino é conhecido como "pessoa" ou "personne" se pretendermos a versão multilingue da coisa. No reino animal, magoa-se pelo terrirório, por alimentos, por defesa das crias. No reino humano, magoa-se porque sim. Porque é mais fácil, porque dá uma sensação de controle, de poder, e apenas porque sim.
A humanidade em si é o cheiro das flores na primavera, as pessoas é que teimam em apodrecê-lo. Magoar é facil, amar é que é dificil. E como a facilidade é para muitos o caminho que dá menos trabalho, é a direito e não são precisas galochas. Toca a seguir. The road less traveled is hard and requires an open heart. How many have it?

The White Scratcher disse...

Catwoman,,,,, porco espinho,,,,,, já me está a chamar nomes????

The White Scratcher disse...

~Pois claro cris,,, todo o peopleadora magoar o outro,,,, é o codigo social dos amis fortes .....sem isso seriamos mais iguais,,,e isso nada tem de interessante....

catwoman disse...

Não White Scratcher, n estava a chamar nomes a ninguém. lolol E mm q estivesse, ninguém disse q o porco espinho n é 1 animal simpático... pelo menos nunca tive problema com nenhum ;)

catwoman disse...

Há por ai mto people q adora magoar os outros pela sensação de poder q isso lhes dá e q no fundo acaba por ser uma "compensação" idiota para as inúmeras inseguranças q têm. Basicamente, são uns tristes.....

Mas qq um de nós pode magoar alguém, mm sem intenção. A diferença entre uns e outros é a consciência. Ter consciência de q se pode fazê-lo e evitar, ou ter consciência de q o fizemos e pedir desculpa.Podem n ser os mais fortes, mas são os mais humanos, aqueles q vale a pena manter por perto.

cris disse...

White Scratcher, a igualidade só é interessante se for de direitos, até pelas possibilidades que abre. Mas muitas são as portas fechadas, algumas até por nós próprios. E mesmo que uma fisga de uma janela fique aberta, por mais que a corrente de ar provoque pneumonias e assim ao menos ficamos a saber que os pulmões ainda funcionam. A diferença essa sim, vale a pena por saber que mesmo com uma fisga ainda se respira, por mais que custe.

"Acho que me vou estilhaçar. Quero-o tanto." in Fedra

The White Scratcher disse...

Ui Ui Catwoman,,,, sim senhora... esta é da famosa série "curta e grossa". Muito bem..., é desta que me calo! ....lollolololol

The White Scratcher disse...

De nada serve Cris a igualdade de direitos se as mentes nao acompanham a evolução,,, estamos de acordo,,, uma fisga..já é um bom começo.

catwoman disse...

lololol n é preciso calar-se White Scratcher. As suas opiniões são sempre benvindas ;) lol

The White Scratcher disse...

tento fazer o exercício de me calar,,, sempre que dou conta que tudo o que se pode dizer a mais,,,é mesmo a mais e que nada adianta.... ando mas é muito destraido as vezes e nao dou conta,,,ahahah

catwoman disse...

Falar é sempre bom :) E qto ao que pode ser dito a mais......se for dito pelas razões certas nunca é a mais, mm q só se perceba isso mais tarde ;)O "problema" é que geralmente qd se fala tb se ouve.... lolol É a chamada "conversa" lolol ;)

shirley disse...

shi
A betty é demais, vcs. já devem ter visto o álbum de figurinhas. Estão lindas!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

Sim, provavelmente por isso e